Câmara aprova projeto que declara AMBSC de utilidade pública

Câmara aprova projeto que declara AMBSC de utilidade pública

Foto: Rodrigo Palassi

Na ultima sessão (07/11), foi aprovado, em primeira discussão, por unanimidade o projeto de lei nº 087/2017, de autoria do vereador Ivan Hildebrando (PSB), que declara de utilidade publica a Associação de amigos da Banda Sinfônica de Cubatão - AMBSC.

O autor do projeto ressaltou a importância da entidade ser gerenciada por pessoas responsáveis e músicos profissionais. Ele ainda agradeceu ao empenho e pelo trabalho serio que a associação vem realizando desde seu início.

A Associação, sem fins lucrativos, atua na cidade desde 2001 sendo mantida por sócios contribuintes. Hoje conta com mais de 110 alunos divididos em diversos projetos sociais. Com o objetivo de democratizar o acesso a cultura, a AMBSC vem fazendo um trabalho notável de inclusão social e cultural através da musica e dança.

Os vereadores Rafael Tucla (PT) e Érika Verçosa (PSDB) enfatizaram a importância de se valorizar moralmente e financeiramente os trabalhos nas artes, principalmente na música, onde muitas vezes são encarados apenas como lazer.

Defesa da Vida Animal

Os vereadores também aprovaram, por unanimidade, em primeira discussão, o projeto, de autoria de Ivan Hildebrando (PSB) que institui a Medalha de Honra ao Mérito da Defesa da Vida Animal, que homenageia personalidades e/ou instituições que prestam serviços relevantes à defesa, proteção e bem estar dos animais.

"Uma simples medalha é pouco tamanha a importância desses verdadeiros anjos", disse Hildebrando em referência às pessoas que dedicam muito do seu tempo a acolher animais abandonados.

O parlamentar ainda destacou o trabalho desenvolvido pelas entidades AFAC (Associação Franciscana dos Animais de Cubatão) e ADVAC (Associação em Defesa da Vida Animal de Cubatão). 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.