Audiência Pública cumpre nova etapa para a transferência do Teatro para o Setor Saúde

Audiência Pública cumpre nova etapa para a transferência do Teatro para o Setor Saúde

crédito: Rodrigo Palassi

A transferência do prédio do Teatro para o Setor da Saúde do Município teve cumprido, mais uma etapa, nesta quinta-feira, dia 6, com a realização de Audiência Pública, no Plenário da Câmara Municipal. A reunião foi convocada pelo presidente da Casa de Leis, Rodrigo Alemão (PSDB), com o objetivo de garantir ampla discussão sobre o tema entre todos os setores envolvidos.

O encontro foi aberto, com a apresentação do histórico do Teatro Municipal e o cronograma para a conclusão das obras do teatro, que está sendo construído no Complexo Multimídia do Parque Novo Anilinas, pelo secretário de Cultura, Raul Christiano. Por sua vez, a secretária de Saúde, Sandra Furquim informou que o prédio passará por transformação e no local serão instalados os serviços de Hemodiálise, Oncologia e Câmara Hiperbárica, cujas obras serão de responsabilidade da empresa que vencer a licitação para a administração do Hospital Municipal Dr. Luiz Camargo da Fonseca e Silva.

Também utilizou a palavra, a secretária de Assuntos Jurídicos, Fábia Margarido, que garantiu o cumprimento de todos os trâmites jurídicos, para que os serviços sejam instalados e tenham continuidade. Já, o secretário de Obras Benaldo Melo de Souza tranquilizou a todos, ao garantir que, apesar de bastante deteriorado, o prédio terá condições de ser bem utilizado, com toda a segurança, assim como o Hospital, que teve denúncias de estar infectado por cupins. Benaldo destacou que o motivo da presença dos cupins é pelo mobiliário existente, ser feito em material conglomerado, bastante receptivo a este tipo de praga.

A intervenção do funcionário de carreira, engenheiro Antonio Domingos Carneiro, com passagens como Secretário Municipal, em Governos anteriores, foi a mais marcante. Ele contou algumas passagens positivas e outras negativas da obra que, em agosto completará 30 anos, que foi aberta a licitação, e o início das obras, em outubro do mesmo ano, e nunca foi concluída.

Emocionado e emocionando a todos, Carneiro contou que tem um irmão transplantado de rim, e ele mesmo, é insuficiente renal. Com isso é obrigado a fazer hemodiálise em outras cidades. Ele concluiu dizendo que, ao mesmo tempo em que está triste, por ver o fim do teatro, se mostra esperançoso, em poder utilizar os serviços de hemodiálise, em sua própria cidade.

O Conselho Municipal de Cultura não foi representando na Mesa dos trabalhos, pois, embora já composto, ainda não definiu sua diretoria. Mesmo assim, o artesão Bráulio Bogado, reconhecido como uma das principais lideranças culturais na cidade, utilizou a palavra para lamentar ver, 30 anos de lutas do movimento cultural para a construção do teatro, ter ido ao chão. Por outro lado, entende a importância desses novos serviços de saúde a serem implantados.

Ao final do encontro, Rodrigo Alemão esclareceu que o Poder Legislativo vem mantendo discussões sobre o assunto, desde quando o atual Governo demonstrou interesse na incorporação do prédio do Teatro Municipal, para integrar a infraestrutura da Secretaria Municipal de Saúde. “O fato é comprovado, inclusive, com a realização de audiência pública, presidida pelo vereador Rafael Tucla, presidente da Comissão Permanente de Educação, Cultura e Assistência Social, no último dia 23, também no Plenário desta Casa, e uma reunião realizada no último dia 30, no anfiteatro”, afirmou o presidente.

Audiência Pública foi comandada pelo presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Alemão (PSDB). A mesa foi composta ainda pelos secretários municipais, Sandra Furquim (Saúde), Raul Christiano (Educação e Cultura), Benaldo Melo de Souza (Obras), Fábia Margarido (Assuntos Jurídicos), médica Márcia Aparecida Rodrigues (chefe da Vigilância Sanitária do Município), Alessandro Donizete de Oliveira, presidente do Conselho Municipal de Saúde.

Também participaram, os vereadores Ricardo Queixão (PDT), Rafael Tucla (PT), Ivan da Silva (PSB), Fábio Roxinho (PMDB), Érika Verçosa (PSDB), Sergio Calçados (PPS), Cleber do Cavaco (PRB), Jair do Bar (PT), Marcinho (PSB), Wilson Pio (PSDB) e Aguinaldo Araújo (PDT).

A audiência Pública foi transmitida ao vivo pela Tv Câmara Cubatão, através do Canal 9 da Operadora NET, e encontra-se disponível no site da Câmara Municipal de Cubatão: (http://www.cubatao.sp.leg.br/); também nas Redes Sociais, em nosso canal do Youtube: (https://www.youtube.com/edit?o=U&video_id=mWGQ_JWK8F0) e pelo Facebook: (Tv Câmara Cubatão).

 

Jorn. Lula Terras – MTb.13.553

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.