Prefeitura finaliza estudos para reivindicar indenização no caso Ultracargo

Prefeitura finaliza estudos para reivindicar indenização no caso Ultracargo

crédito: Rodrigo Palassi

A Comissão Especial de Vereadores (CEV), que discute a inserção de Cubatão em todas as tratativas relacionadas aos danos causados pelo incêndio no terminal da Ultracargo, realizou mais uma reunião na última quarta (20/09). O grupo de trabalho, conduzido  pelo vereador Sérgio Calçados (PPS), quer que o município seja indenizado pelo acidente ocorrido em abril de 2015.

Participaram da reunião os secretários municipais Mauro Haddad  (Meio Ambiente) e Andréa Pinheiro (Saúde); além do vereador Toninho Vieira (PSDB) e a procuradora do município, Nara Nidia Viguetti.

Os representantes do Executivo afirmaram que em trinta dias irão concluir os  estudos sobre os  impactos causados pelo incêndio na Ultracargo em Cubatão na época, anexando planilhas que confirmem o aumento na procura por atendimento médico nas unidades de saúde da cidade durante o episódio. Além disso, o relatório ainda apresentará laudos que comprovem que a mortandade de peixes e a poluição no Rio Casqueiro foram ocasionadas pelo acidente na empresa de armazenagem de granéis líquidos.

O relatório elaborado por técnicos da Prefeitura indicará os projetos que receberão os valores correspondentes ao pedido de indenização e compensação para o município. Existe a possibilidade do montante ser utilizado para obras de urbanização da Vila dos Pescadores e da Vila Esperança. No entanto, a pasta da Saúde também reivindica que esses recursos sejam empregados com a reforma das unidades básicas do município.

No final da reunião, Sérgio Calçados disse que perto do valor das multas aplicadas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) a Ultracargo, os valores indenizatórios reivindicados pela cidade de Cubatão são pequenos.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.