Nova secretária de Saúde promete reabertura de Hospital Municipal até dezembro

Nova secretária de Saúde promete reabertura de Hospital Municipal até dezembro

Foto: Rodrigo Palassi

A Câmara de Cubatão promoveu na manhã de hoje (29/09) a Audiência Pública da Saúde referente ao 2º Semestre do corrente ano, em obediência à Lei complementar 141 de 13 de janeiro de 2.012. Durante a prestação de contas, a nova secretária da pasta, Andréa Pinheiro, prometeu que o Hospital Municipal será reaberto até dezembro.

 A Audiência Publica foi aberta pelo presidente da Câmara, Rodrigo Alemão (PSDB), que convidou para conduzir os trabalhos, o vereador Marcinho (PSB), presidente da comissão permanente de Saúde no Legislativo.

 A audiência foi iniciada com a apresentação de um balanço geral dos serviços de saúde durante o período, e na sequência, Andréa ficou à disposição para responder aos questionamentos dos participantes, entre vereadores, membros do Conselho Municipal de Saúde e da comunidade em geral.

A secretaria explicou que a administração municipal decidiu acelerar o processo de reabertura do Hospital Municipal por conta da suspensão da concorrência pública para a reabertura da unidade, determinada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).

A expectativa é que a Prefeitura envie em breve um projeto de lei à Câmara que permitirá a seleção, em caráter emergencial, de uma entidade que vai gerir o hospital dentre as já habilitadas no cadastramento prévio. "A participação de todos é muito importante nesse momento", disse Andréa, que afirmou que existe uma força-tarefa no Executivo para que o atendimento na unidade seja retomado.

Em relação ao fim do contrato com a organização social responsável pelo Programa Saúde da Família (PSF), a gestora falou que se não houver nenhum recurso, nos próximos dias uma nova entidade será contratada. Sobre a demora acerca da entrega da UBS do Conjunto Mário Covas, Andréa afirmou que é preciso finalizar pequenos detalhes como a instalação de internet no imóvel.

Andréa admitiu que hoje servidores da saúde utilizem o próprio veículo para fazer o atendimento domiciliar a pacientes acamados. Ela informou que o processo para locação de carros para esta finalidade está em andamento. A gestora ainda disse que o contrato com o Isama chegou ao fim e a nova licitação está suspensa devido ao recurso de uma das empresas postulantes.

 Participaram também da Audiência Publica os vereadores Jair do Bar (PT), Lala (SD), Wilson Pio (PSDB), Aguinaldo Araújo (PDT), Ricardo Queixão (PDT) e Ivan Hildebrando (PSB). 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.