Ato Solene celebra potencial turístico da cidade e profissionais do setor

por Michel Carvalho publicado 08/10/2021 11h40, última modificação 08/10/2021 11h40
Ato Solene celebra potencial turístico da cidade e profissionais do setor

Foto: Rodrigo Palassi

A Câmara Municipal promoveu ontem (7) o Ato Solene em Homenagem ao Dia Mundial do Turismo. A solenidade teve o objetivo de reconhecer o potencial turístico do município e de homenagear o trabalho de empresários, turismólogos e profissionais de diferentes campos do setor. O orador oficial do Ato foi o engenheiro químico Rogério Catarinacho, diretor industrial da Unipar em Cubatão. Os partidos com representação na Casa de Leis também prestaram homenagens a personalidades do setor turístico da cidade.

A solenidade foi instituída pela Resolução Nº 2.989/21, por iniciativa do vereador Rodrigo Alemão (PSDB), que presidiu os trabalhos. Além do parlamentar, a mesa de autoridades foi composta pelas secretárias municipais de educação, Márcia Regina Terras, e de turismo, Thais Margarido Alencar; e o diretor executivo da Agência Metropolitana da Baixada Santista (AGEM), Milton Gonçalves da Luz.

Catarinacho destacou o trabalho feito pela Unipar em Cubatão há mais de seis décadas. Segundo ele, a empresa, além de se preocupar com a qualidade nos insumos produzidos, também busca desenvolver uma relação cooperativa com as comunidades do entorno da indústria, como no caso da criação do Conselho Comunitário Consultivo (CCC). O engenheiro também ressaltou o que a Unipar vem permanentemente colaborando com a cidade, seja investindo em projetos sociais locais, por meio de leis de incentivo; seja fazendo parcerias com a administração municipal, como ocorreu na pandemia da Covid-19, em que a empresa doou insumos, respiradores e cestas básicas.

O orador oficial da solenidade comentou sobre o pioneirismo da Unipar no ramo do turismo industrial, com o projeto “Fábrica Aberta”. Ele explicou que a iniciativa funciona como um programa permanente de visitas às instalações da indústria, sendo que a proposta é estabelecer um relacionamento de total transparência com nossos visitantes e as comunidades locais que vivem ao entorno da fábrica. O “Fábrica Aberta”, que completou 35 anos em 2020, foi criado em um momento difícil para a indústria química global. Em 1985, Cubatão recebia a alcunha de “cidade mais poluída do mundo” e era alvo de duras críticas. O programa, segundo Catarinacho, mostra ao público, além dos processos produtivos, a preocupação com o meio ambiente e o diálogo com as comunidades locais.

Além de Catarinacho, foram homenageados pela Câmara Municipal as seguintes personalidades: o servidor público e turismólogo, Maurício André Campina (bancada PSDB); o empresário do ramo da gastronomia, Jorge Ayala (MDB); o empresário do ramo hoteleiro Rafael Santolo Cipriano (PSB); o líder comunitário, Josevaldo Barbosa (PL); o empresário do ramo náutico, Jaciro Bezerra Filho (PROS); a servidora pública e turismóloga, Célia de Azevedo (Republicanos); a monitora ambiental Luciana Cruz da Silva (Progressistas) e a secretária municipal de Turismo, Thais Margarido Alencar (PSD).

Em tom de despedida, Thais agradeceu aos servidores da Secretaria Municipal de Turismo pelo empenho nesses últimos dez meses. A gestora chamou a atenção para a necessidade de se pensar o setor turístico de forma metropolitana. Ela lamentou que a Baixada Santista perca turistas para outras regiões do estado de São Paulo, como o Circuito das Águas. A secretária municipal destacou as conquistas durante a sua gestão à frente da pasta, como a abertura do Parque Caminhos do Mar para Cubatão e a elaboração do projeto “Roda Cubatão”, que será votado na próxima quarta (13) na Câmara.

A solenidade contou com a apresentação musical da Orquestra Jovem Sinfônica Cubatão, sob a regência do maestro André Farias.