Cuidado de idosos e pessoas em situação de rua é objeto de comissão na Câmara

por Michel Carvalho publicado 01/10/2021 17h55, última modificação 07/10/2021 01h05
Cuidado de idosos e pessoas em situação de rua é objeto de comissão na Câmara

Foto: Assessoria Parlamentar

A Comissão Especial de Vereadores (CEV) que acompanhará o processo de transição nas políticas públicas de acolhimento de idosos e pessoas em situação de rua em Cubatão realizou hoje (1) sua primeira reunião, pela manhã, nas dependências da Câmara Municipal. O presidente da CEV, Alessandro Oliveira (PL), conduziu o encontro, que teve o objetivo de estabelecer um plano de trabalho para o grupo e definir as autoridades que serão escutadas nas próximas reuniões. O relator da comissão, o vereador Tinho (Republicanos), também participou do encontro.

Alessandro Oliveira disse que a comissão vai acompanhar a evolução da prestação de serviços de acolhimento de idosos e pessoas em situação de rua, uma vez que houve uma recente troca nas entidades que ofertavam esse tipo de atendimento especializado, por meio de convênio com a Prefeitura Municipal. Segundo o parlamentar, a intenção da CEV é entender como ocorreu o processo de habilitação das organizações sociais participantes do chamamento público, promovido pelo Poder Executivo.

Por 40 anos, o serviço de acolhimento de idosos em Cubatão era realizado pela entidade intitulada Lar Fraterno, que oferecia atendimento multidisciplinar, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, nutrição, enfermaria, médico e outros. A referida entidade foi considerada inabilitada, após avaliação de plano de trabalho pela comissão responsável pelo chamamento público.

Os próximos passos da CEV serão ouvir todos os envolvidos nesse processo de escolha da nova entidade e realizar diligências aos locais onde os serviços de atendimento aos idosos e às pessoas em situação de rua estão sendo prestados. A ideia é verificar se existe prejuízo ou não ao serviço oferecido a esses segmentos populacionais.